Please ensure Javascript is enabled for purposes of website accessibility
Plusoft

Idioma

12/07/2022 | Plusoft

Universidade corporativa: o que é e como desenvolvê-la?

LinkedInFacebookTwitterEmail

Apesar de soar como um ambiente voltado exclusivamente para a aprendizagem, uma universidade corporativa vai muito além desse propósito, favorecendo a troca de experiências e conhecimento para desenvolver aptidões. 

Esse é um modelo que vem sendo muito adotado pelas empresas com o intuito de complementar o ensino tradicional e garantir um aprendizado mais focado no desenvolvimento de habilidades que serão mais bem aproveitadas no dia a dia corporativo. 

A ideia de desenvolver uma universidade corporativa dentro das companhias é tornar o ensino mais dinâmico e proporcionar mais notoriedade para a área de treinamento e desenvolvimento, que fica responsável por cuidar de grande parte dos materiais disponibilizados. 

O que é uma universidade corporativa? 

É uma organização educacional vinculada às empresas para contribuir de forma estratégica no engajamento e preparo dos profissionais, educando-os em diferentes níveis e assuntos para garantir mais eficiência na execução das tarefas. 

Uma universidade corporativa conta com treinamentos específicos para cada área, focados nas necessidades apresentadas pelos colaboradores no dia a dia dentro da empresa, auxilia no aumento da produtividade, preparo e na geração de maiores resultados. 

Essa entidade institui de forma mais rápida, contínua e eficiente o preparo e acompanhamento e desenvolvimento de cada uma das pessoas, unindo ferramentas, metodologias e ações que abordam temas importantes para a evolução. 

A qualificação fornecida por uma universidade corporativa não se restringe apenas nas habilidades profissionais, mas também no desenvolvimento da inteligência emocional e conhecimentos técnicos, tudo isso para preparar os colaboradores e torná-los mais qualificados para as tarefas desempenhadas no dia a dia. 

Grande parte dos conteúdos abordados nos cursos e materiais estão ligados com os interesses, estratégias e atividades exercidos pela empresa, garantindo que o aprendizado seja executado para aprimorar as funções no ambiente de trabalho. 

Ter uma universidade corporativa é importante? 

Oferecer ferramentas para que os profissionais se desenvolvam é um ponto muito positivo para a empresa, que consegue direcionar o aprendizado de acordo com as atividades realizadas em cada área, segmentando cursos e materiais. 

E essa capacitação é um processo contínuo, que exige aperfeiçoamento constante, já que as técnicas mudam e se tornam mais tecnológicas. Para as empresas que desejam acompanhar o ritmo do mercado, integrar a universidade corporativa é um passo importante. 

Esse processo exige dedicação dos profissionais como um todo, inclusive os cargos de gestão da companhia, já que devem incentivar suas equipes e mostrar os benefícios de um aperfeiçoamento contínuo, criando metas e um cronograma fixo, até que faça parte da cultura organizacional. 

A área de Recursos Humanos, principalmente o setor de Treinamento e Desenvolvimento, deve acompanhar de perto toda essa evolução e a implementação dessas ações educacionais, visando um crescimento progressivo e medindo os impactos de curto, médio e longo prazo. 

Portanto, se o objetivo do negócio é incentivar e aderir uma nova postura perante o mercado e os novos desafios, preparando os profissionais para essas mudanças, a universidade corporativa é importante e deve ser implementada. 

Quais são os principais benefícios de uma universidade corporativa? 

Muito além de capacitar os colaboradores, a universidade corporativa traz muitos benefícios para a empresa. Veja alguns deles: 

Conteúdo direcionado e personalizado 

Além de aprofundar mais nos tópicos, inserir a prática e trazer perspectivas diferentes do que é oferecido em uma universidade tradicional, aliando o aprendizado com o cenário atual da organização. 

Equipe com melhor preparo 

Com uma universidade corporativa é possível ter mais controle dos conteúdos estudados pelos colaboradores, personalizando-os para que estejam ligados aos objetivos do negócio de acordo com o trabalho de cada área. 

Ao ter mais repertório sobre o conteúdo e as funções exercidas, os colaboradores se sentem melhor preparados para desenvolver sua função, além de encarar novos desafios com mais maturidade, tornando-se mais produtivos e proativos. 

Esse preparo pode ainda garantir a formação de novos líderes e gestores, que serão cada vez mais competentes para atingir novos níveis dentro da empresa e trazer bons resultados ao guiar novas equipes. 

Conhecimento sobre as práticas da empresa 

Além de conteúdo para capacitação, a universidade corporativa também contribui para o melhor entendimento de todos os processos e práticas realizados dentro da companhia, garantindo maior engajamento por parte dos colaboradores. 

Afinal, entender todas as regras e estar dentro das conformidades traz mais segurança na tomada de decisão, que será feita com mais inteligência e motivação. 

Melhora a imagem da empresa perante o mercado 

Investir na aprendizagem dos colaboradores agrega muito valor para a empresa como um todo, seja no aproveitamento das oportunidades, crescimento e obtenção de bons resultados, ou pelo reconhecimento do trabalho executado. 

Para quem acompanha a iniciativa de fora, percebe a preocupação com a questão educacional e a capacitação, que se torna um diferencial competitivo e um ponto de destaque entre os concorrentes. 

Incentiva a troca de conhecimento e experiência  

O compartilhamento de informações, conhecimento e experiência é muito importante no aprendizado dos profissionais, e ao aderir a uma universidade corporativa, é incentivada a comunicação entre as pessoas que estão estudando. 

Essa é uma grande vantagem, pois integra pessoas de diferentes áreas, abre discussões necessárias parar aprimorar processos e muitos insights surgem para beneficiar a construção da jornada para obter os resultados traçados pela empresa. 

É claro que além desses benefícios, podemos observar a redução de custos, diminuição da taxa de turnover, maior engajamento, motivação e satisfação por parte dos profissionais, que se sentem mais valorizados e retribuem implicando mais esforços em suas tarefas. 

Qual é a diferença entre a universidade corporativa e a tradicional? 

A universidade corporativa é mais flexível quanto ao formato e a metodologia com que os conteúdos são aplicados, podendo inclusive segmentar por área, por demanda e de acordo com a estratégia do negócio. 

Enquanto a universidade tradicional tem uma grade curricular mais rígida, teórica e muitas vezes poucos flexível, chegando a demorar anos para se adaptar a real necessidade do mercado e as mudanças que ocorrem. 

Esse é um fato que fez com que as empresas apostassem na aprendizagem de seus colaboradores e encontrassem formas de mostrar os conteúdos de forma prática, durante o dia a dia e das demandas que surgem. 

As metodologias aplicadas na aprendizagem corporativa são mais técnicas e outros métodos são adicionados ao processo, como a gamificação, a imersão, um ambiente mais tecnológico e social, focado na experiência do usuário. 

Além de grande parte das organizações apostarem em plataformas de ensino a distância, que oferecem todos esses recursos e oferecem dados educacionais personalizados para os gestores acompanharem de perto a evolução do seu time. 

Sendo assim, a principal diferença entre as universidades corporativa e tradicional é o foco do material apresentado. Enquanto as faculdades comuns apresentam um conteúdo mais generalizado, as corporativas estão em busca de sanar suas necessidades para se consolidarem no mercado. 

Dicas para criar uma universidade corporativa 

Com um conhecimento aprofundado sobre como funciona uma universidade corporativa, seus principais benefícios e os impactos causados no bem-estar dos colaboradores, é preciso entender as boas práticas na hora de implementar essa metodologia em seu negócio. 

Por isso, separados algumas dicas que podem auxiliar – e muito – na sua decisão, tornando-a mais assertiva e eficaz para sanar as necessidades da sua empresa. Confira: 

Alinhe expectativas e defina objetivos claros 

Antes de mais nada, comece fazendo uma revisão do seu negócio. Pense em tudo o que deve ser feito para garantir melhorias e elevar os resultados, e identifique a situação atual em que sua empresa se encontra, para então estruturar uma universidade corporativa. 

É importante se atentar aos pontos: 

  • Orçamento disponível; 
  • Quantidade de colaboradores; 
  • Principais necessidades que devem ser supridas; 
  • Traçar o objetivo que deseja atingir a curto, médio e longo prazo; 
  • Necessidades para construir um treinamento eficiente; 
  • Levantar uma lista de conteúdos para serem trabalhados. 

Realize um planejamento assertivo 

Nesta fase é preciso agir de forma estratégica, visando os principais ganhos e alinhar as expectativas com tudo o que já está acontecendo dentro da empresa. É válido se questionar se a cultura organizacional comporta essa mudança e garantirá o bom uso da universidade corporativa. 

A partir desses pontos, monte uma estrutura que atenda as demandas de forma satisfatória e traga benefícios para os colaboradores. Para isso, procure entender o público, seus interesses e dificuldades, como é possível alinhar com as necessidades traçadas pela empresa e monte um plano de aulas e conteúdos que sejam a solução das questões levantadas. 

Principalmente na organização das aulas, é preciso pensar quais materiais serão usados, os melhores formatos e como o conteúdo seja passado para aqueles que estão dispostos a aprender sobre ele, de forma que todos entendam e consigam absorver as informações. 

Aproveite os recursos tecnológicos disponíveis 

Faça pesquisas e encontre a plataforma que mais atende as especificidades identificadas pela sua empresa, garantindo que todos os colaboradores terão o suporte ideal, fácil usabilidade e uma experiência de aprendizagem satisfatória. 

Outros fatores como escalabilidade, segurança e qualidade também são muito importantes e devem ser oferecidos dentro da universidade corporativa, para que o compartilhamento de materiais, reprodução dos vídeos e gestão das informações seja feita com facilidade. 

Crie bons conteúdos  

Essa com certeza é uma das etapas mais importantes da implementação de uma universidade corporativa, unindo conhecimento relevante e de qualidade com um processo didático e intuitivo para que os colaboradores aprendam e coloquem todo o aprendizado em prática. 

Determine os temas de cada curso e/ ou material que deverá ser produzido, selecione integrantes qualificados de cada equipe para auxiliarem na produção desses materiais, disponíveis para compartilhar técnicas, habilidades e experiência com outros profissionais e estruture todo o conteúdo em formatos adequados. 

Faça avaliações e mensure resultados 

Estabelecer uma forma de realizar avaliações de acordo com as etapas do aprendizado é essencial para mensurar os resultados obtidos com a implementação da universidade corporativa na empresa. 

Algumas plataformas já oferecem um modelo de avaliação e relatórios que contém métricas e indicadores que são configurados de acordo com os objetivos estabelecidos no planejamento. Essas avaliações também podem ser feitas por meio de provas e testes para medir o aprendizado individual de cada aluno. 

Os resultados qualitativos também são importantes, por isso, manter o relacionamento próximo com os colaboradores, enviando questionários para entender como se sentem com a universidade corporativa também é muito eficaz e traz dados valiosos. 

Sua empresa está pronta para esse desafio? 

Após entender mais detalhes sobre os diferentes processos que constituem a criação de uma universidade corporativa, com suas vantagens e principais ponto de implementação, você sente que seu negócio está pronto para dar esse passo? 

Apesar de ser um investimento muito positivo, há organizações que ainda não estão preparadas e não possuem estrutura para receberem uma instituição desse porte e fazer com que ela tenha os resultados esperados. 

Separamos alguns pontos que podem indicar que é necessário um preparo maior para poder dar continuidade nesse processo. Que tal avaliar cada um deles com atenção antes de tomar sua decisão? 

  • Os líderes e gestores estão prontos para engajarem nesse projeto? Isso implica na divulgação, auxílio com conteúdos e acompanhamento contínuo do desempenho dos colaboradores 
  • A área de Treinamento e Desenvolvimento da sua empresa está pronta para adquirir novas responsabilidades? Afinal, serão responsáveis por estruturar todas as etapas e fazer o acompanhamento junto aos líderes 
  • Como está o orçamento e o planejamento do seu negócio? Ambos comportam um projeto dessa magnitude, que demanda custos e uma boa estratégia para se manter funcionando de forma efetiva? 
  • Quanto a equipe de Treinamento e Desenvolvimento sabe sobre o assunto e busca aperfeiçoamento no tema? A aprendizagem muda frequentemente, é preciso estar sempre de olho nas novas metodologias e tendências 
  • Os seus colaboradores estão prontos para se comprometerem com seu desenvolvimento técnico e pessoal? Esse é um dos tópicos mais importantes, já que sem eles, a universidade não traz resultados 

Ao reunir essas respostas, será mais fácil seguir um direcionamento, traçar metas e ir em busca dos recursos necessários para garantir uma experiência incrível de aprendizagem para todo o time. 

Investir no capital humano é uma excelente estratégia para expandir as oportunidades e consolidar sua marca no mercado, garantindo autoridade e mais visibilidade perante a concorrência. 

Quer receber notícias e novidades tecnológicas dos setores? Assine nossa newsletter e fique por dentro de tudo o que está rolando nas áreas de human experience, customer experience, educação corporativa, tecnologia e inovação. Clique no link e preencha seus dados!