Please ensure Javascript is enabled for purposes of website accessibility
Plusoft

Edusense integra lista de edtechs da Abstartups

Data: 07/05/2021

Autor: Plusoft

| Blog

Divisão da plusoft EdTech para o consumidor final aparece no mapeamento criado pelo Centro de Inovação para a Educação Brasileira (CIEB) 

A Edusense, startup de educação que é o braço da plusoft EdTech para o consumidor final, está presente no estudo "Mapeamento EdTech 2020", lançado recentemente pela Associação Brasileira de Startups (Abstartups) e pelo Centro de Inovação para a Educação Brasileira (CIEB). 

“Estamos orgulhosos com a presença da Edusense no ranking. Trabalhamos para gerar a melhor experiência de aprendizagem aos usuários que contratam nosso catálogo de mais de 150 cursos de curta duração e é ótimo ver que nosso trabalho permanece avaliado pela Abstartups. E, após analisar os dados do mapeamento, vejo que ainda temos diversas oportunidades para explorar”, afirma Vinicius Arakaki, fundador da Edusense e diretor da plusoft EdTech. 

Metodologia  

Realizado entre novembro de 2020 e março de 2021, o mapeamento utilizou como fonte de dados a base de cadastro de ambas as organizações, que filtraram as informações das companhias que se classificaram como edtechs. 

Comas listas, ambas as instituições passaram os últimos meses verificando o status atual das startups e realizando filtragens para apresentar um panorama mais consolidado desse mercado no Brasil. 

Resultados 

De acordo com o estudo, o ano de 220 contou com 556 edtechs ativas no Brasil, um número 26,1% maior do que o total de startups educacionais encontradas no País em 2019 (374). A maioria desses negócios se encontra na região Sudeste (58,7%), seguida de Sul (20,7%) e Nordeste (10,4%). 

A maioria das edtechs encontradas pelo mapeamento (37,2%) atua no segmento de educação básica, seguida por cursos livres (14,9%) e educação corporativa (14%). Falando sobre modelo de negócio e etapas de desenvolvimento, 50% das edtechs adotam o modelo de SaaS (no qual a contratação e oferta do serviço ocorre dentro de um site).  

Quando se pensa em fase de maturidade, 57,8% dos negócios estão em operação; 30,7% em tração, que é um momento mais inicial; e 11,5% em escala, indicando que o modelo de negócio encontrou um nicho de mercado para crescer. Em serviços, 46,8% das edtechs tem na oferta de plataformas educacionais seu principal serviço aos clientes, seguida de ferramentas (26%), conteúdos (12,4%) e hardware (2,8%). 

Um último dado interessante fala sobre a longevidade desses negócios: 52,2% das edtechs listadas têm cinco ou mais anos de vida. 

pt_BR