Please ensure Javascript is enabled for purposes of website accessibility
Plusoft

22/04/2021 | Plusoft

A gamificação como engajamento para a aprendizagem

LinkedInFacebookTwitterEmail

Há muitos anos os seres humanos se desafiam em jogos ou competições para superarem uns aos outros. Prova disso são os jogos Olímpicos que existem desde a Grécia antiga e atraem milhares de pessoas até hoje. 

Desde pequenos crescemos utilizando brincadeiras lúdicas que estimulam certos aspectos da nossa vida e levam ao novo. No mundo do entretenimento, games são responsáveis pela movimentação de milhares de dólares.  

E pensando no tempo em que passamos participando de jogos, sejam eles físicos, de tabuleiros ou gráficos, começou a crescer o incentivo para o aprendizado com cursos gamificados. 

A gamificação é o resultado e o reconhecimento de que, através de jogos ou de desafios, somos estimulados a prosseguir em uma determinada tarefa. Afinal, quem nunca passou horas no computador ou jogando vídeo game para zerar um jogo ou conquistar um objetivo? 

Mas ao contrário dos jogos comuns, que servem para o entretenimento, na gamificação os jogos devem servir para melhorar e estimular o aprendizado.  

Gamificação na capacitação profissional 

Um dos grandes desafios das empresas hoje, que adotam a educação a distância como método para capacitação, é engajar os colaboradores a realizarem os cursos de aprimoramento, mesmo que esses não sejam obrigatórios.  

Então, para incentivar as pessoas a ir em busca do conhecimento e do desenvolvimento profissional e até mesmo pessoal, a aposta na gamificação e no que ela proporciona de bom tem se tornado a saída as empresas estimularem o aprendizado de seus funcionários. 

Mas para isso não basta apenas criar um curso com um conteúdo muito bem elaborado. No processo de gamificação deve haver certos componentes para que não seja apenas mais uma obrigação. 

Os aspectos fundamentais de um jogo devem permanecer. O desafio, a possibilidade de ir mais longe, níveis mais complexos, mas sem fugir das capacidades de resolução do jogador, recompensas por obstáculos vencidos e uma história que faça sentido.  

A gamificação deve estimular o novo e servir de ferramenta para construir e proporcionar o conhecimento. Nota-se que nos jogos ficamos engajados a seguir em cada novo desafio, sendo esse o diferencial esperado para as pessoas que estão estudando. 

Em todos os jogos existem quatro elementos fundamentais que podem fazer a diferença na vida das pessoas e podem se relacionar com o aprendizado. São elas: objetivos, regras, feedback e participação.  

Objetivos: quando você quer aprender algo é pensando em um objetivo. Quando se aprende uma língua nova, por exemplo, provavelmente é para um novo cargo ou viagem a fazer. 

Regras: é preciso aprender e seguir as regras que compõem um jogo. Quando aprendemos gramática, a nossa maior dificuldade é compreender as regras, mas ao entendê-las, compreendemos textos com mais facilidade.  

Feedback: se você não chegou ao final do jogo, provavelmente deixou de fazer alguma coisa ou esqueceu algo. Ter um feedback serve para saber como melhorar o desempenho e entendermos onde nós erramos.  

Participação: para que um jogo funcione é preciso que haja a participação dos jogadores. Um ambiente virtual de aprendizagem, por exemplo, que possua um ranking de participação, pode gerar uma competição saudável para ver quem irá liderá-lo, incentivando assim as pessoas a interagirem cada vez mais com os recursos da plataforma, tanto a conclusão de cursos quanto com o compartilhamento de informações e a interação entre os demais colegas de trabalho. 

Unindo gamificação à educação 

Nos cursos de Educação a Distância (EAD), a possibilidade de usar a tecnologia como ferramenta para proporcionar um material mais interativo, usando a gamificação para incentivar as pessoas a continuarem seus estudos, está se tornando uma boa saída. 

Nas empresas, além do ranking de gamificação para os colaboradores se destacarem nos estudos, também é possível incentivar a conquista de pontos disponibilizando uma loja virtual para troca de pontos ganhos nos cursos por produtos, como ingressos para cinema ou livros, por exemplo, ou benefícios, como folgas durante a semana ou uma bonificação. 

Quando participamos de um jogo que tenha um objetivo e um sentido como aprender, por exemplo, nos engajamos em continuar até o final. Fazer com que um resultado leve ao próximo passo e ao final tenha uma recompensa, estimula a continuar e não desistir perante as dificuldades. 

A gamificação estimula o aprendizado e traz resultados mais rápidos para quem joga e aprende ao mesmo tempo. 

E todos esses benefícios da gamificação estão presentes nos cursos on-line e na Edusense LXP. Além de um catálogo de cursos gamificados para capacitação em soft skills, a empresa poderá desenvolver seus próprios conteúdos com a ferramenta de autoria de nosso ambiente virtual de aprendizagem e gerenciar o desenvolvimento dos usuários através de relatórios personalizados. Nossa plataforma também conta com um ranking de desempenho e com uma loja online para troca de pontuação por benefícios, caso a empresa queira habilitar essa funcionalidade. 


pt_BR